Luminância vs Iluminância, conheça as diferenças entre uma e outra

Tempo de leitura: 6 minutos

Luminância vs Iluminância

Definindo Iluminância e Luminância

O mundo da iluminação é interessante, desafiador e cheio de curiosidades, saber definir entre um tipo e outro de lâmpada ou mesmo qual projeto é o adequado nem sempre é possível para quem desconhece alguns conceitos sobre iluminação, entre eles iluminância e luminância, por exemplo.

Apesar de serem parecidos, esses termos se diferenciam em significado e assumem papéis diferentes no projeto luminotécnico.

Desde que surgiram os novos conceitos sobre o conforto nos ambientes, e especialmente o conforto visual possível com a iluminação adequada, ambos passaram a ser relevantes em um projeto de iluminação.

E também o novo paradigma que valoriza a iluminação de ambientes, onde o que importa é:

  • A quantidade de iluminação ideal não é mais o quanto se projeta nas superfícies, mas sim o quanto ela é importante para o observador.

Conforto ambiental é disciplina obrigatória nos cursos de Arquitetura e, sem dúvida, as questões como iluminância e luminância são parte dos estudos, para que os futuros profissionais também adquiram um nível de autonomia sobre o assunto.

luminancia e iluminancia

Ainda sobre o novo paradigma de iluminação, temos que o propósito de análise sobre iluminação, não seja o fluxo de luz que incide sobre uma mesa, por exemplo, mas sim, como a iluminância desta mesa poderá a vir nos favorecer.

Percebe como os detalhes são importantes para que o sensível olho humano seja beneficiado e as consequências sejam voltadas para a economia, qualidade de iluminação e sem dúvida consumo equilibrado?

No artigo de hoje, vamos pontuar os conceitos de iluminância e luminância, não desejamos que se torne um “expert” no assunto, mas informação que agrega sempre é bem vinda, inclusive para servir de orientação na sua decisão na escolha de tipos de iluminação.

O que é iluminância?

A densidade da quantidade da luz que é refletida, “que cai”, em determinada superfície e em certa direção e distância, chama-se iluminância.

A unidade de medida da iluminância é expressa em lux, reconhecido mundialmente para a padronização. O símbolo da iluminância é E.

  • Um Lux corresponde a uma unidade de iluminamento ou iluminância, ou seja, um lúmen para cada superfície de um metro quadrado.

E acredite, mesmo que não possa ser vista, a iluminância é possível de ser medida. E mesmo antes que duvide desta assertiva, saiba que o que vemos na verdade, quando acendemos uma lâmpada é a diferença na reflexão da luz.

Mas para que a iluminância possa ser mais bem compreendida foi desenvolvido o luxímetro.

  • O luxímetro, também chamado de fotômetro é um aparelho que absorve e calcula a luminosidade de um local. Desenvolvido por Walter D’Arcy Ryan, desde o ano de 1909 é muito utilizado no ramo da construção civil e até na agricultura.

Com o luxímetro será possível definir a luz ideal para um show, evento, escritório e mesmo em residências, servindo também para efetuar as medições de iluminância não apenas de ambientes com luz artificial mas também com luz natural.

Porque medir a iluminância é tão importante?

Por dois motivos bastante significantes:

  • Garantir o nível mínimo desejável de iluminação para que a pessoa execute as tarefas e atividades enquanto permanecer no ambiente, evitando aquela sensação de cegueira momentânea que talvez você já tenha experimentado, ou mesmo o desfoque;
  • Não sobrecarregar o sistema de iluminação.

sistema de iluminacao

Quais os índices ideais de iluminância e luminância para os ambientes

Qualquer projeto de iluminação necessariamente precisa atender as normas estabelecidas na NBR 5413, essa é a garantia maior de que a observação da iluminação seguirá a qualidade desejada, onde:

  • Os projetos serão desenvolvidos com seriedade;
  • Consumo de energia será eficiente;
  • Sem riscos à saúde individual e coletiva.

Conforme a norma, a iluminância em qualquer ponto do campo de trabalho não deve ser inferior a 70% da iluminância média, determinada segundo a NBR 5382.

Qualquer empresa que presta serviço de projetos em iluminação faz uso do Dialux, que é um software específico para calcular a iluminância, e para ilustrar este artigo confira algumas medidas de alguns ambientes. Ressaltamos que Em (lx) é a iluminância média ideal; fluxo luminoso medido em lux (lx).

tabela iluminancia

medidor iluminancia luminancia

O que é luminância?

Quando observamos uma superfície que está sendo iluminada, a intensidade luminosa que a superfície reflete se divide em várias áreas visíveis para os olhos, este é o fenômeno da luminância, ilustrada pelo símbolo L, e o cálculo é definido pelo número de candelas por metro quadrado (cd/m² )

O cálculo da luminância é muito importante, o exemplo abaixo ilustra muito bem sua relevância. Se não conhecemos as características da reflexão da luz e como se comportam, corremos o risco de aplicar uma iluminação precária que não atende as necessidades do viajante noturno, por exemplo.

iluminancia-luminancia

Projeto Luminotécnico

Consiste basicamente em encontrar o equilíbrio da iluminação do ambiente, para que não fique escuro demais nem iluminado em excesso, pois em ambos os casos, os usuários serão prejudicados.

  • Reduz os impactos ambientais;
  • Economiza energia;
  • Aproveita tanto a luz natural como artificial;
  • Valoriza a decoração;
  • Deixa os ambientes mais confortáveis.

Quando um profissional projeta a iluminação dos ambientes, ele analisa as funções do conjunto, da necessidade e da prioridade. A mescla dessas premissas, define as características de:

  • Iluminância;
  • Luminância;
  • Reprodução da cor;
  • Focalização;
  • Temperatura da cor;
  • Ofuscamento;
  • Contraste.

Porque isso é tão importante? Para que se obtenha o sucesso do projeto de iluminação, pois fica complicado reestruturar toda fiação elétrica e remanejo de lâmpadas após a conclusão ou reforma de uma obra.

A iluminância, por exemplo, é determinante de como as pessoas serão vistas dentro do ambiente, sem aquela “neblina”, ou desconforto visual, que muitas vezes acontece com tamanha intensidade que dificulta abrir os olhos.

A Luminância, por sua vez, determina a distribuição da luz pelo ambiente. Não somente a iluminação uniforme do ambiente, mas iluminações complementares como de paredes e áreas de trabalho.

Fontes de pesquisa:

prg.usp.br/wp-content/uploads/medicaoecalculolumi_proed.pdf, acessado em 23 de Janeiro de 2017.

fau.usp.br/cursos/graduacao/arq_urbanismo/disciplinas/aut0213/Material_de_Apoio/03_-_Ia._Conceito_Fundamentais_(grandezas_Luminosas).pdf, acessado em 23 de Janeiro de 2017.

percepcao.typepad.com/percepcao/t%C3%A9cnica-e-pr%C3%A1tica/, acessado em 23 de Janeiro de 2017.

www.iar.unicamp.br/lab/luz/ld/Arquitetural/tabelas/luminotecnica.pdf, acessado em 23 de Janeiro de 2017.

Imagens free:

https://pixabay.com/, acessado em 24 de Janeiro de 2017.

Cometários Facebook

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.